Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Historia da Bicicleta

Bicicleta!!!

Para os fãs dessa maravilhosa invenção (assim como eu), deixo aqui postado um pouco da história dessa magrelinha que nos faz tão bem em todos os sentidos!
Quem não gosta de andar por aí com ela:
 sentindo o vento no rosto,
 tendo a sensação de liberdade e ainda não poluindo o nosso planeta???



HISTÓRIA DA BICICLETA!
Introdução

Documentos históricos guardados no Museu de Madrid mostram projetos de uma bicicleta do grande inventor italiano Leonardo da Vinci. Estes projetos, elaborados no século XV, não foram executados.

História, invenções e evolução

A mais antiga das bicicletas foi chamada em seu país de origem, a França, de “cavalinho-de-pau”. Este importante meio de transporte surgiu na cidade de Paris em 1818. Esta primeira versão não possuía pedais e provocava muito cansaço em que andava com ela.

No ano de 1840, o ferreiro escocês chamado Kirkpatrick Macmillan inventou um tipo de pedal, colocado junto à roda traseira por meio de um manete. Este sistema era semelhante ao daqueles carrinhos de pedais usados por crianças. Este dispositivo deu a bicicleta mais rapidez e estabilidade.

Em 1855, o ferreiro francês especialista em carruagens, Pierre Michaux, inventou o pedal. Este foi instalado num veículo de duas rodas traseiras e uma dianteira. Chamado de velocípede, é considerado a primeira bicicleta moderna.

A primeira bicicleta a possuir um sistema com corrente ligada às rodas foi projetada por H.J.Lawson, no ano de 1874. Seu terceiro modelo, a “Bicyclette”, foi desenhado em 1879. Esta bicicleta já possuía maior estabilidade e segurança.

Na década de 1880, o inventor inglês John Kemp Starley projetou uma bicicleta semelhante as atuais. Possuía guidão, rodas de borracha, quadro, pedais e correntes.

Curiosidades:

- A primeira fábrica de bicicletas do mundo foi criada em 1875 e chamava-se Companhia Michaux. Foi a primeira fábrica a produzir bicicletas em série.

- Em 1898, as primeiras bicicletas chegaram ao Brasil vindas da Europa.
   A partir desta data com sucessivas modificações técnicas e um processo variado de aperfeiçoamento em relação aos materiais empregados e aos vários tipos relacionados esta evoluiu para a atual bicicleta.

  Em 1945 devido a dificuldades na importação por causa da II Guerra Mundial a Caloi passou a fabricar peças para bicicleta na    cidade de São Paulo. Somente em 1948 as bicicletas começaram a ser fabricadas no Brasil, por essa mesma empresa, e tornaram-se populares. Neste mesmo ano foi fundada a Monark, que também passaria a fabricar bicicletas.

O Brasil teve até os anos 60 mais de 50 fabricantes de bicicletas, com toda produção voltada para o transporte. O número de trabalhadores ciclistas em São Paulo era tão grande que havia congestionamento de bicicletas nas fábricas.

A partir do meio da década de 60 a bicicleta perde seu espaço para o automóvel e o transporte coletivo e os fabricantes que sobrevivem adotam o conceito da bicicleta como lazer ou como brinquedo. A mountain bike, fenômeno dos anos 90, recoloca a bicicleta como objeto de desejo. O número de usuários como modo de transporte passa a crescer. A pesquisa OD/Metrô de 97 mostra que 3.8% dos deslocamentos em São Paulo são realizados em bicicletas.

Etimologia

fr. bicyclette (1880) palavra formada de bi- 'dois' + cycle 'roda' (< gr. kúklos 'círculo') + suf.dim. -ette; esses el.comp. encontram-se na f.aport.; ver bi- e cicl(o)-; f.hist. 1897 bicyicleta, 1899 biciclêta.